quinta-feira, 12 de março de 2009

Resumão Fashion Rio & SPFW - Inverno 2009 (Tecidos)

A busca por distinção se faz notar no desenvolvimento dos tecidos que surgem em composições sofisticadas como seda, cashmere, lãs macias, algodões surpreendentes, passando pelas viscoses tais como voal, cetim, clidélia, crepe e sarja, e chegando até os sintéticos, com predominância dos poliésteres de última geração. As coleções apareceram mais ecléticas e comerciais com o retorno da malharia circular que surge desde versões em pesos muito leves até estruturas mais compactas que simulam tecido de tear.

Nos tecidos leves destacam-se o voal de algodão com seda, seda, voal de algodão-viscose, gaze de algodão e algodão de garrafa pet. Transparências, com destaque para o chiffon, tule, renda e malhas bem finas. Viscolycra, viscose tipo bali, meia-malha, malha flamé, canelados finos de algodão ou viscose, single-span e jersey de acetato ou viscose.

Nos tecidos pesados destacam-se os jacquards e brocados, cetins para alfaiataria e vestidos, aspectos de feltro leve e lã, couros naturais ou sintéticos, camurça e veludo. Moletinho, suedine, ponto-roma e tecidos pesados de algodão com elastano como sarja, ring e cotton cetim.

2 comentários:

Dário Shoüpaiwisky disse...

Por que a moda não é só feita de runway.
Estou certo?!
O esqueleto é muito mais complicado do que os leigos pensam.

Persona Consultoria de Moda disse...

Está certíssimo Dário! Para muitas pessoas a moda se restringe apenas ao vestuário, mas elas não tem idéia de todas as pesquisas e estudos, influências culturais q estão por trás do q se vê nas passarelas e lojas.
Muito obrigada pelo seu comentário!